Versão para impressão Enviar por E-mail
banner_imprensaempresarial

 

 

Biblioteca Nacional de Portugal

Serviço de Actividades Culturais

Campo Grande, 83

1749-081 Lisboa

Portugal

 

 

 

Informações

Serviço de Relações Públicas
Tel. 21 798 21 68

Fax 21 798 21 38

Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

Horário

2.ª - 6.ª: 09h30 - 19h30

sáb.:  09h30 - 17h30

 

Folha de sala

 

 

 

antena2b

 


Imprensa Empresarial em Portugal:

145 Anos de Jornais de Empresa (1869-2014)

EXPOSIÇÃO | 6 out. - 31 dez. '15 | Galeria do Auditório - Piso 1 | Entrada livre

Em maio de 1869, a Caixa de Crédito Industrial, instituição bancária fundada em Lisboa nesse mesmo ano, deu à estampa o primeiro número do seu boletim informativo. Iniciou-se, assim, em Portugal, a chamada «imprensa empresarial», entendida como o conjunto de publicações periódicas de carácter jornalístico editadas pelas empresas (industriais, comerciais e de serviços) para comunicar com os seus diferentes públicos, desde trabalhadores e colaboradores até acionistas, clientes, fornecedores e revendedores.

Esta exposição bibliográfica celebra não só os 145 anos deste género particular de imprensa, mas também o 20.º aniversário do primeiro livro nacional publicado sobre a referida temática – Imprensa empresarial: da informação à comunicação (Porto: Edições ASA, 1995) –, obra da autoria de João Moreira dos Santos, comissário e autor desta exposição. Tendo por base uma amostra relevante de publicações – representativas de um universo de cerca de 900 títulos empresariais, publicados desde 1869 por empresas de todos os sectores de atividade económica –, é possível seguir a história económica e política de Portugal dos últimos dois séculos, verificando os seus reflexos na linha editorial e gráfica dos chamados «jornais de empresa», a qual foi sendo alterada ao longo dos diferentes regimes políticos portugueses.

É também dado destaque ao envolvimento na «imprensa empresarial» de personalidades como Cottinelli Telmo, ao importante papel desempenhado por empresas como a CP, Marconi, Caixa Geral de Depósitos e EPAL, e ao fenómeno do associativismo, nomeadamente através da APCE – Associação Portuguesa de Comunicação de Empresa, e do ensino superior.


Comissário: João Moreira dos Santos