Versão para impressão Enviar por E-mail
Save
banner_eventos_03

 

 

Biblioteca Nacional de Portugal

Serviço de Atividades Culturais

Campo Grande, 83

1749-081 Lisboa

Portugal

 

 

Informações e marcação de visitas:

Serviço de Relações Públicas
Tel. 217982157/67 e 217982434


Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar


Eventos a decorrer / Notícias



Contemporânea centenária 1922-2022
MOSTRA | 20 maio - 15 jul. '22 | Sala de Referência | Entrada livre

No ano do centenário do (re)aparecimento da revista Contemporânea, esta mostra celebra o seu legado demonstrando a importância desta publicação no seu tempo e apresentando textos e objetos raramente vistos em público. Mais informações
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

O império informal dos portugueses na Ásia
MOSTRA | 31 mar. - 30 maio '22 | Sala de Referência | Entrada livre

A  BNP oferece uma mostra evocativa sobre o império informal de lusotopias, do qual, ainda hoje, da Índia ao Sri Lanka, do Bangladesh a Myanmar, Tailândia e Indonésia, subsistem comunidades que reclamam ancestralidade portuguesa. Mais informações
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Obras proibidas e censuradas no Estado Novo
EXPOSIÇÃO | 3 maio - 3 set. '22 | Sala de Referência | Entrada livre

O que não se podia ler? Mostra de exemplares da lista de obras proibidas de ir à leitura na Biblioteca Nacional e de livros marcados pela Censura, muitos deles com a edição apreendida e proibidos de circular. Mais informações
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Pinharanda Gomes, historiador do pensamento português
MOSTRA | 13 abr. - 17 set. '22 | Sala de Referência | Entrada livre

Mostra dedicada a Jesué Pinharanda Gomes (1939-2019), filósofo e «um dos nomes mais destacados no estudo e divulgação do pensamento português», segundo Marcelo Rebelo de Sousa. Intelectual independente, autor de uma vastíssima obra, assíduo frequentador da Biblioteca Nacional de Portugal. Mais informações
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Um modernista autodidata: Delfim Maya
MOSTRA | 25 mar. - 31 maio '22 | Mezanino | Entrada livre

O movimento que perpassa por toda a obra de Delfim Maya (1886-1978) aproxima-o do futurismo. A sua escultura inovadora  em folha de metal recortada integra-o nas correntes do cubismo e do construtivismo. Ele foi o maior representante português da temática animalista na primeira metade do século XX. Mais informações
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .