Versão para impressão Enviar por E-mail
cultura_historia_banner

 

 

Biblioteca Nacional de Portugal

Serviço de Actividades Culturais

Campo Grande, 83

1749-081 Lisboa

Portugal

 

 

Informações

Serviço de Relações Públicas
Tel. 21 798 21 6821 798 21 68

Fax 21 798 21 38
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

Programa

 

Convite / Cartaz

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fct_novo

 

 

 

 


História da Cultura em Portugal no século XX

Industrialização, massificação, mediações

CONGRESSO | 7 / 8 / 9 fev. '19 | Auditório | Sala Multimédia | Entrada livre


O Instituto de História Contemporânea (NOVA, FCSH) organiza o Congresso sobre História da Cultura em Portugal no Século XX, com apresentação de comunicações em tópicos temáticos sistematizados no seu programa, visando recensear recentes pesquisas e estimular novas áreas de investigação no campo cultural português.

Sem esgotar a amplitude de áreas de abordagem, os painéis deste congresso dão todavia conta do enquadramento interdisciplinar que norteia a compreensão da cultura e da sociedade de massas, no pressuposto, antes de mais, de que a história cultural se inscreve no quadro social e de que, por isso, se aclara em contexto conjugado de transformações económicas, tecnológicas, políticas e ideológicas precisas que não esquecem o enquadramento comparado.

Desta forma, o Congresso constitui igualmente uma oportunidade para repensar o papel da cultura ao longo do século XX, em particular a viragem cultural nas ciências sociais e humanas no último meio século, através de três cortes transversais que procuram romper com as hierarquias tradicionais do campo cultural: entre cultura portuguesa e cultura em Portugal, levando em consideração todos os objectos culturais em circulação na sociedade portuguesa, tanto nacionais como estrangeiros; entre cultura popular e cultura erudita, convidando abordagens aos pontos de contacto e cruzamento, bem como à formação de culturas híbridas; entre produção e consumo, abrindo decididamente a história cultural à criatividade dos públicos e aos momentos de recepção.

A contribuição do congresso desdobra-se em dois aspetos gerais que lhe conferem um caráter duplamente unificador: 1 - reunir trabalhos recentes, autónomos e inovadores em áreas disciplinares de pesquisa no domínio dos objetos culturais, dos seus agentes e dos públicos, discursos e seus imaginários, meios e lugares de sociabilidade; 2 - criar na sua transversalidade uma perspetiva de conjunto como horizonte epistemológico que lhes confere nexo, em torno de uma problemática contemporânea de central importância para a compreensão de fenómenos como a Cultura de Massas, a Cultura Popular e as Indústrias Culturais.

Comissão Científica

•    Ana Teresa Peixinho (Ceis20, UC)
•    Carla Baptista (CIC Digital, NOVA)
•    Daniel Melo (CHAM, NOVA)
•    Irene Vaquinhas (CHSC, UC)
•    Joana Cunha Leal (IHA, NOVA)
•    Luís Augusto Costa Dias (IHC, NOVA)
•    Luís Trindade (IHC, NOVA)
•    Manuel Deniz-Silva (INET-md, NOVA)

Organização

•    Luís Trindade
•    Luís Augusto Costa Dias


Cabeçalho: Avenida-Parque, Lisboa. Sessão de cinema / Fot. Mário Novais, 1927 (Biblioteca de Arte, FCG), pormenor.